Seleção descolada

Não conheço pessoalmente, mas fiquei tentada a ver in loco. Descobri a existência da loja ao publicar um projeto do escritório Metroquadrado, de Joinville, ambientado com várias peças vintage. Chamou minha atenção, porque amo esse estilo. Eis que fui atrás e gamei de imediato quando vi no site da loja a seleção de produtos à venda. Tal lugar chama-se Moobil e surgiu há três anos na maior cidade do Estado. Hoje, além do e-commerce pelo endereço moobil.com.br, existe também o showroom que tem identidade total com as peças comercializadas. Um pavilhão todo metálico, amarelo, foi projetado pelo arquiteto Fabricio Dobner que também desenha e customiza móveis e objetos de decoração para a grife descolada. É ele quem seleciona o que vai para a loja, e variam de produtos com ar mais vintage a mobiliário de designers famosos como Sergio Rodrigues, Charles Eames e outros.

 



O sofá Mick, em homenagem ao astro do rock Mick Jagger, é um exemplo de produto com assinatura Moobil. O modelo Chesterfield com capitonê passou pela interferência do arquiteto Dobner e resultou numa customização única



Continue Reading

Balança mas não cai

Vai dizer que esta peça não mexe com a nossa memória afetiva? Parece brinquedo, mas não é. Trata- se do banco Sela, objeto funcional e decorativo, que nos remete àqueles cavalinhos de balanço, feitos de madeira e que brincávamos quando criança. O banquinho é criação da designer catarinense Renata Moura para a Benita Brasil, grife de mobiliário genuinamente brasileira, integrante do Grupo Mannes, que começou no mercado fabricando colchões. Não à toa, a profissional formou- se também em design emocional. Para sentar ou para balançar, o banco tem estrutura inteligente, em eucalipto, uma madeira de reflorestamento ecologicamente correta. Quanto ao tecido, pode- se optar pelo linho, couro ou estampa digital. Como é bom recordar!

 


Bancos Sela da designer Renata Moura para a Benita Brasil


Mais em benitabrasil.com

Continue Reading

Sofá Qwerty imita teclado de computador

Se já costuma dormir sobre os teclados do computador, que tal tornar os cochilos ainda mais confortáveis?

Jogue-se no sofá Qwerty, criação do escritório de design e arquitetura ZO-LOFT.

Se preferir, o estofado pode se transformar numa cama. Pequenos motores elétricos possibilitam que a altura das teclas possa ser ajustada por meio de controle remoto.

Encontrei aqui Blue Bus



Continue Reading