Empresa catarinense Milênio Home lança coleção de móveis em São Paulo

Leveza e purismo nos desenhos. Assim são caracterizadas as peças da coleção de mobiliário Dolce Vita, lançadas pela empresa catarinense Milênio Home, em São Paulo, durante a 25ª Abimad. Toda a linha tem assinatura do arquiteto e designer Diogo Giácomo Tomazzi, também de Santa Catarina.  Os móveis são componíveis, o que denota a versatilidade do uso.

Segundo o designer, estética e função se fundem em composições ora geométricas, ora orgânicas. Cantos e pés são arredondados, e os materiais são nobres, a exemplo do cobre, da madeira e mármores italianos.

Estas são as mesas de apoio Uccello. Podem ser usadas próximas ao sofá ou como composição de centro. São executadas com pedras italianas
Mesa de jantar Vita com tampo em MDF estruturado revestido com lâmina pau ferro ou nogueira 

Ainda compõem a coleção Dolce Vita as mesas Legno, Bronzo e Marmo (estão na foto que abre estes post)

 

Fotos Diogo Giácomo Tomazzi, Divulgação

Continue Reading

Obras de Pati Peccin e George Peixoto estampam a nova coleção de almofadas da CM Gallery

Eu sou suspeita porque conheço a marca desde o seu surgimento, há três anos. Falo da CM Gallery. Adoro a seleção de artistas e obras que estampam as capas de almofadas. Meyer Filho, Hassis, Vera Sabino, Caio Borges, Nestor Júnior, Driin, Bruno Barba, Danilo Fonteles são alguns dos nomes que cederam suas obras para estampar almofadas da grife catarinense comandada por Christine Ribeiro.

Agora, uma nova coleção sai do forno com obras dos artistas George Peixoto (foto acima) e Pati Peccin. O lançamento ocorre nesta sexta, dia 25 de novembro, às 19 horas, na Faferia – DNA de Arte (Rua Fernando Machado, 261, centro, Florianópolis).

Brasil, Florianópolis, 20/11/2016. Foto: Cristina Gallo A artista plástica Patti Pecin com almofadas de suas obras.
Obras de Pati Peccin estampam a nova coleção de almofadas da CM/ Foto Cristina Gallo

As quatro estampas das almofadas de Peixoto são observações da vida urbana e fazem parte da exposição Quadratura da Cor, realizada este ano no Espaço Cultural BRDE. As obras foram colorizadas digitalmente a partir de peças em preto e branco, que formam quatro sequências. As imagens da série “Logotipo”, em P&B, foram selecionada pela CM Gallery para as quatro peças que chegam ao mercado nos tamanhos 45x45cm e 50x50cm.

A coleção de Pati Peccin, de quem particularmente sou fã, apresenta três almofadas redondas com 45cm, 50cm e 60cm de diâmetro, coloridas e com debrum de fitas pompom.  As imagens escolhidas são de obras recentes da artista. São composições com colagem, renda, desenhos e bordado sobre tecidos em bastidores que constroem uma narrativa de caráter onírico.

Uhuuuullll. Que notícia mara! Em breve passo na Faferia para espiar. Aliás, as peças serão vendidas na própria Faferia e em breve no site da CM.

 

Continue Reading

Por que não usar revestimento escuro na cozinha? Este tom de azul está um must

Pode ser mania, dizem que é mais fácil de limpar, por isso, ainda se usa muito revestimento claro na cozinha. Mas, sinceramente, sou fã das mudanças, gosto de experimentar o diferente, fugir um pouco do que parece ser tradicional. Sendo assim, fiquei encantada com esta novidade da Decortiles, em tom de azul escuro, um marinho repaginado.

E como na roupa com o pretinho básico que a gente quase nunca erra e fica elegante, por que não apostar em um tom mais nobre na cozinha? Revestimentos escuros também podem deixar o ambiente ainda mais elegante e convidativo. Por isso, a Decortiles indica a tendência do Smoky Blue em duas de suas linhas:  a Soho e a Flow.

Os lançamentos fazem um mergulho nas profundezas do azul. A cor representa a intensidade do tom, resgatando histórias, valores e tradições com percepções contemporâneas e sofisticadas.

Apaixonei! Que sonho de cozinha!

Soho destaca na superfície do porcelanato uma vibração urbana a partir da estética do cimento.

decortiles-soho-smoky-blue-90x90cm-01-alta

Fotos Divulgação Decortiles

Flow (foto de abre deste post) mistura referências do passado e do presente com técnicas que remetem aos antigos efeitos de superfície da cerâmica artesanal, mesclados às linhas modernas e geométricas. Indo além do neutro, a coleção ganha uma cartela em Smoky Blue, uma referência a intensidade da cor.

*** Já viu o porcelanato que imita a madeira queimada? Conheça a coleção Blackwood aqui.

Continue Reading