Jardim Estar é o projeto de Ana Trevisan para a CASACOR SC Florianópolis 2018

Esta é a oitava participação da arquiteta Ana Trevisan na CasaCor SC Florianópolis. Desta vez a profissional projetou o Jardim Estar, um espaço de passagem. A integração entre os ambientes se dá por meio de uma escada ampla, com patamares irregulares e que foi moldada no local. “Nos inspiramos na arquitetura modernista: o concreto bruto, que em sua forma nua e crua – sem pintura nem revestimento – enaltece a beleza do imperfeito, na essência da sua forma.”

Apesar de ser um espaço inclinado de passagem, o local poderia ser um belo convite ao passeio. Por isso, em um dos degraus foi criado um prolongamento que forma um banco, justamente para convidar as pessoas para uma pausa, um momento para se estar, relaxar, sentar e ouvir os sons, movimentos, cores e texturas do jardim.

Na área de 300 metros quadrados, uma escultura de Marta Berges, chamada Abstração de um olhar, dá as boas-vindas aos visitantes. Uma criação tridimensional e com movimento, confeccionada em módulos de compensado naval. A peça é uma desconstrução da paisagem, inspirada nas curvas, insinuando a baía de Santo Antônio, na água do mar, na areia, nos morros verdes e no céu.





Na parte superior da escada foi planejado um espaço embaixo das únicas árvores que já estavam presentes no terreno, dois exemplares de espatodeas (Spathodea campanulata). Sob às arvores Ana criou um recanto aconchegante, onde o balanço de madeira relembra a infância e os pufes convidam para a permanência. O charme, ou cereja do bolo, fica com as casinhas de passarinho, as Gotinhas Birdhouse, criadas pelo Studio Lattoog.

Não passa despercebido o projeto luminotécnico que destaca a escada, onde foram acoplados aos degraus perfis metálicos com fitas de LED, resistentes à umidade, para indicação e iluminação da passagem. Nas demais áreas do jardim foi criada uma luz agradável aos visitantes com o cuidado de não causar danos à vegetação. Nas árvores maiores foram posicionados up-lights para ressaltar as copas, possibilitando também uma sensação de monumentalidade.

E não para por aí: o projeto de Camila Petersen e Fábio Yokomiz, Somos Parte da Paisagem, traz, na forma de lambe-lambe aplicada nos degraus da escada, histórias reais que se conectam com o bairro de Santo Antônio de Lisboa, provocando um olhar sensível e afetivo sobre o local. Essa ação, segundo a arquiteta, nos lembra de que a cidade é feita primordialmente de pessoas e de suas histórias, sejam elas bonitas, trágicas, engraçadas ou por vezes banais.



Vegetação escolhida

A vegetação entrou de forma orgânica, invadindo os degraus. A escolha de espécies vegetais tropicais para composição dos canteiros levou em consideração as indicações para projetos desenvolvidos em áreas inclinadas. “Exploramos a composição vegetal de mesma família ou por similaridade no aspecto, como fórmios, liriopes, dianellas, cicas e dracenas, trabalhando as alturas, texturas e contrates das cores das folhagens: verde, variegata e rubro”, explica Ana.

O posicionamento das plantas nos canteiros de linhas curvas, permeia a escada e as bordas do espaço. Destaque para as espécies adultas  de Cycas circinallis, com beleza elegante e escultural, que ganharam atenção especial, formando um conjunto de nove indivíduos com troncos simples e duplos.

Contracenam com o Jardim Estar os tons de azuis, que aparecem nos pufes, no balanço e na obra de arte. Combinados às cores das plantas, trazem uma proposta contemporânea.

*** Texto produzido com informações da arquiteta Ana Trevisan.

SERVIÇO

O QUE: CASACOR Santa Catarina / Florianópolis 2018
QUANDO: 14 de outubro a 25 de novembro
Terça a Sexta, das 15h às 21h / Sábado, das 13h às 21h / Domingo, das 13h às 19h
ONDE: Caminho dos Açores, 1.410, Santo Antônio de Lisboa
INGRESSOS: Inteira, R$ 40 /Meia, R$ 20  /Passaporte, R$ 100

Continue Reading

Decoração adaptada pra cachorro

Quem me conhece sabe que sou mãe de cachorro e com muito orgulho. Sou mãe da Nazareth (a Naza), uma pinscher tinhosa, cheia de personalidade e que há oito anos enche meus dias de alegria. Ela é um tisco de cachorro, miúda que só e, não por menos, alguns cantinhos aqui de casa são adaptados para ela. Adaptados mesmo, é fato. Afinal, chega de susto e sofrimento. Nestes oito anos, Naza – que pensa ter asas – fraturou a patinha esquerda três vezes, o que resultou em cinco cirurgias, que eu me recordo, para colocar o osso que é da finura (não grossura, né?) de um palito de dente no lugar. A pequena teve até direito a duas platinas. Afffff!!!! Sim, ela foi sorteada e eu também, e nesta vida nos cruzamos não por acaso, tenho certeza.

Por isso, não posso fechar os olhos e nem quero. Aqui no meu cafofo, no meu casulo, tem decoração inspirada nesta paixão, como as almofadas de “PETwork” feitas pela amiga Márcia Feijó, o bastidor com nome dela bordado feito pela querida Carol Grillo, da FofysFactory, prato decorativo e também soluções customizadas para facilitar o acesso da Naza a alguns lugares.

A mais nova obra é esta escada feita sob medida e com muito carinho. Como Naza é rebaixada (ela tem as patas da frente mais curtas do que as traseiras) algumas alturas já comprometem. Tem situações que ela tenta o embalo e fica no vai não vai. Então, para tirar as almofadas do chão, solução provisória e instável, decidi fazer a escada com a ajuda do meu “faz tudo”.

Ideia na cabeça, fomos a compra da madeira (pinus) e já pedimos para fazer os cortes nas medidas necessárias. Parafusamos uma a uma e a estrutura ficou pronta. Até que já curti a cor natural da madeira. Fiz uns testes com a Naza que imagino não entendia nada.

Vejam no que deu:

escada naza 1

Mas eu queria fazer “arte terapia”. Fui pintar a escada para deixá-la mais engraçadinha, mais bonitinha e mais protegida. Pintei com um tom de verde que já tinha casa e fiz uns corações vermelhos. As bolinhas complementaram, rechearam um pouco mais os degraus.

E ficou assim:

naza escada pronta 1

naza escada pronta 2

naza escada pronta 3

naza escada pronta
Agora Naza sobe e desce tranquilamente do sofá: rsrsrsrsrs

 

escada naza 3

 

escada naza 3

Como citei anteriormente, pinceladas no décor revelam a minha paixão:

almofadas
Almofadas com estampas de gatinhos e cachorrinhos

bastidor
Bastidor bordado com nome da Naza

prato

Prato decorativo de cachorrinho

Continue Reading

Que tal personalizar os degraus da escada? Inspire-se nestas ideias e mãos à obra

Eu tenho um fascínio por escadas, seja a solução em si, que nos dá acesso a algum lugar por descobrir, ou pelas ideias possíveis sob seus degraus.

Mais do que nos levar para cima e para baixo, a escada construída é um daqueles cantinhos da casa ou do trabalho que dá para ousar e deixar bem marcado.

Hoje compartilho com vocês alguns exemplos de como dar aquele up no visual dos degraus.
Inspire-se e divirta-se!

bhg.com

Inspire-se no arco-íris e pinte um degrau de cada cor

fubiz.net

Três em um: escada, biblioteca (sob os degraus) e escorregador. Amei!

jonathanadler.com

Um simples jogo de pintura já pode dar aquele up nos degraus.
Que tal um tom sobre tom? Nesta versão meio náutica, adorei o corrimão de corda

PJ Taylor Photo por Flickr

O mosaico de azulejos enche de beleza qualquer degrau

thisoldapt.tumblr.com
Um mix de papel de parede também pode fazer bonito, a exemplo desta ideias com desenhos florais

8dea1ab2198f7e0660f1c3bacd82f728
Não sei se é pintura ou adesivagem com fitas coloridas, mas sei que o efeito é sensacional

streetsofsalem.com
Aqui, os degraus dão a ideia de livros dispostos um sobre o outro.
Escolha seus títulos preferidos e marque a escada

Continue Reading