Conhece o projeto Cacos de Vida Mosaicos? Se liga então na exposição que começa hoje na Grande Florianópolis

Depois de Blumenau, Cacos de Vida Mosaicos ganha também uma exposição a partir desta quarta, 3 de agosto, no Continente Shopping, São José, na Grande Florianópolis. A mostra destaca 17 jardins verticais e hortas urbanas em diversos formatos.

Segundo a idealizadora Brígida Dettmer*, os consumidores potenciais destas peças são moradores de apartamentos com espaço limitado para o cultivo de flores, chás, temperos ou hortaliças.

As peças foram desenvolvidas em diversos tipos de base, para contemplar espaços internos e externos. Há jardins em janelas de demolição, laterais de caixote de feira e ainda bases de porcelanato para áreas externas, onde podem receber chuva, sol e vento.

Tem também jardim vertical menor, em formato de porta-chaves, e até com base em pallet e telha de demolição.
“Enfim, sem desculpas para não ter seu jardim em casa”, destaca Brígida.

A horta urbana tem como base um mini-pallet com vasos e dá ao usuário o prazer de colher tomate ou cebolinha para o almoço.

As peças são um mimo, delicadas e que primam pelos mínimos detalhes. Os mosaicos são confeccionados com azulejos, louças e pastilhas. As louças quebradas são usadas tanto para formar os painéis com vasos quanto para o desenho do mosaico.

Para quem pensou em conhecer um pouquinho mais desta arte, a boa notícia é que a partir de setembro serão realizadas algumas oficinas em Florianópolis. Na oportunidade o aluno faz, em um único dia, seu próprio jardim vertical. Informações pelo email cacosdevidamosaicos@gmail.com ou pela fanpage Cacos de Vida.

A mostra Cacos de Vida Mosaicos vai até 30 de agosto, na hall de exposições do Continente Shopping, em frente ao Bistek. A entrada é gratuita e a exposição funcionará no horário do shopping, das 10h às 22h.

image1
image2
image13
image11
image15
image14
image12

* Sobre Brígida Dettmer
Tem especializações com nomes que são referências na área de mosaicos, como Solange Pifer (especialista em mosaico picassiette – feito com louças quebradas), Gerson Portella (trabalha em logos e mosaicos com técnica direta em azulejo) e os argentinos Fernanda Jaton e Christian Gibaut, considerados atualmente os melhores em muralismo, com oficinas no mundo todo. Recentemente fez ainda uma imersão com o profissional Luciano Torres, referência nacional em cortes perfeitos. Aplica a técnica do opus sectile em mosaicos.
Com esse aporte teórico, Brígida começou a instalar murais (como o da Estação Carranza do metrô de Buenos Aires) e desenvolver outros trabalhos em mosaico – priorizando sempre os jardins verticais, as flores e o uso de materiais reciclados.

No mês de junho, um painel com desenho do Cao Hering foi instalado no hall de entrada da Vila Germânica, em Blumenau, palco da Oktoberfest.
“O painel fez parte do projeto 100 em 1 dia Blumenau. Ex-alunos de oficinas e voluntários executaram a peça. Foram 300 horas de trabalho”, explica Brígida.

cao hering

Continue Reading

Vinho e poesia. O que mais posso querer? Boa ideia do Delfino para uma segunda-feira

Tem vinho e poesia, então fica difícil resistir ao convite. A bebida de Baco é inspiradora, e como disse o poeta e escritor escocês Robert Louis Stevenson “wine is bottled poetry“. Ou seja, “vinho é poesia engarrafada“. Eu assino embaixo. Quem me conhece sabe que vinho é a minha bebida preferida, seja inverno ou verão. É a bebida que embala conversas olho no olho, que deixa a face levemente ruborizada, que desperta as melhores gargalhadas. Ahhhh o vinho, poderia ficar aqui horas filosofando. Mas vou direto ao assunto. rsrsrsrs

O Delfino 146 convida para uma noite de se embriagar, de se emocionar. Espia o convite aí embaixo e agiliza porque o espaço é limitado. O valor é de R$ 20 e o convidado recebe uma taça de vinho para entrar no clima de inspiração. Ficou com vontade? Então reserve o seu lugar pelo fone 9972-2896 com Abreu Jr.

vinho e poesia

SEGUNDA, DIA 18 DE JULHO

Tema: Vinho e Poesia – Um vinho entre versos e prosa
Horário: 19h
Local: Delfino 146 – Rua Luis Delfino, 146, Centro, Florianópolis.

Argumento: 

A poesia, assim como o vinho, só pode ser sentida, só pode emocionar, só pode “embriagar” a quem se propõe a apreciá-la. Vinho e poesia habitam o mundo da subjetividade e talvez seja verdade que não se pode impor a ninguém um paladar apurado, ou o refinamento das emoções, seja para apreciar um bom vinho ou uma boa poesia.

Na história da humanidade, encontramos inúmeros exemplos nos quais o vinho e a poesia se harmonizam. Cultuado pelos amantes da palavra, principalmente pelos poetas, homens de almas livres, o vinho foi inúmeras vezes imortalizado na arte literária. Paul Claudel, poeta francês, nos diz que “o vinho liberta o espírito e ilumina a inteligência”. Nada mais do que nos possibilita a leitura de um belo poema.

Pensando nisso, e considerando que vinho e poesia se harmonizam perfeitamente, é que nos propomos a vir aqui nos deixar embriagar de corpo e alma. Ou melhor, de vinho e poesia.

Roteiro:
  1. É o vinho que primeiro inspirou os poetas, ou a poesia que os  conduziu à necessidade da embriaguez, como mote para fugir de uma realidade desprovida de emoção, de amor e de delicadezas.
  2. Vinho, poesia e a história da humanidade.
  3. Grandes poetas rendem homenagem ao vinho, o “néctar dos deuses”.
  4. Para se embriagar de poesia e vinho, basta se entregar.
  5. Vinho e poesia, ontem, hoje e sempre.

    vinho e poesiaFoto Instragram Delfino 146

    vinho e poesia

 

Fotos Divulgação

Continue Reading

Bora lá organizar os sapatos. O Feito Casulo garimpou dicas de arrumação. Espia só!

Com esta chuva e este friozinho que faz aqui em Floripa não dá nem vontade de arredar os pés de casa. Disse que não dá vontade, mas como tenho compromissos acabo saindo e “com prazer”. Sim, hoje é dia de academia e nem a chuva vai fazer eu desistir. Mas como a malhação é apenas à noite, às vezes bate aquela vontade de organizar coisinhas em casa. Que tal então começar pela arrumação dos sapatos?

Primeiro, lembre-se: guarde apenas aqueles pares que você realmente usa. Faça uma seleção bacana das peças que você curte e separe aqueles que você há tempo não coloca nos pezinhos e depois leve para o desapego coletivo. Agora sim, é hora de organizar os sapatos. Fiz um garimpo e divido aqui com vocês algumas soluções legais para dispor os seus sapatinhos. Espia!

dicas para organizar sapatos apartmenttherapy com A
Foto apartmenttherapy.com
dicas para organizar sapatos apartmenttherapy com
apartmenttherapy.com
dicas para organizar sapatos bystephanielynn com
Foto bystephanielynn.com
dicas para organizar sapatos bystephanielynn com B
Foto bystephanielynn.com
dicas para organizar sapatos homedit com A
Foto homedit.com
Foto homedit.com
Foto homedit.com
dicas para organizar sapatos sandrakelly me
Foto sandrakelly.me
dicas para organizar sapatos jenwoodhouse com
Foto jenwoodhouse.com

 

 

Continue Reading