Arte em balões

Difícil não observar os dois trabalhos do catarinense Joelson Bugila na composição da Sala dos Licores por Ekomobile na Pinacoteca Casa Nova. O convite surgiu dos próprios autores do projeto – Claudio Oliveira, Jeferson Potestino e Carlos Malinski – que já tinham visto uma obra dele com balões. Eis que os profissionais acharam que a peça poderia fazer algum elo com as escamas-penas de Meyer Filho, o homenageado no ambiente. A partir daí, o artista contemporâneo foi convidado a fazer uma releitura do trabalho do “enviado de Marte”, que reinterpretou por meio de balões e tachinhas as famosas cristas de galo do mestre do surrealismo.
– Exploro os balões com suas formas, cores e texturas. Além de ter a relação com o lúdico, de coisas felizes como as festas de aniversário, o balão remete ao vazio, um questionamento que faço em nossas vidas. Mudamos de forma o tempo todo, agora já não somos os mesmos… E no desenho do balão existe uma forma de gota, que quando explorada na composição como quadro já transforma por si só um desenho-pintura da sua própria forma. Nas obras levadas ao ambiente, todos os balões emoldurados são pinados por alfinetes, suportes que são necessários – segundo Bugila – para a vida em si.

Obras criadas com balões por Joelson Bugila fazem uma reinterpretação dos galos pintados por Ernesto Meyer Filho

Obras criadas com balões por Joelson Bugila fazem uma reinterpretação dos galos pintados por Ernesto Meyer Filho
Foto: Mariana boro

Foto Mariana Boro

Foto Mariana Boro

Continue Reading

Beba vinho e faça arte

Tem rolhas de vinhos em casa e ainda não sabe o que fazer com elas? Vai uma dica.
Scott Gundersen fez retratos originais com milhares de rolhas.
Primeiro o artista utilizou muitos pregos para desenhar um esboço de um rosto e, em seguida, completou o retrato dispondo as rolhas recicladas, uma a uma.


Retrato de rolhas por Scott Gundersen


Encontrei aqui.

Continue Reading

Interatividade urbana

Não passa despercebida a instalação iluminada do artista catalão David Torrents e do Estúdio Arte C3.
O projeto urbano chamado BruumRuum! foi lançado em praça pública de Barcelona, ao lado do novo Museu do Design (DHUB) e da Torre AGBAR.
A obra cria uma interação dos pedestres com o trânsito a partir da mudança de formas e cores impulsionada pelo barulho que será detectado pelos sensores do ambiente.
A instalação combina cor e som por meio de 9.396 LEDs embutidos no solo, em uma superfície de 3.300 m2.
Tal projeto faz parte do cast da Bridge – agência que traz uma proposta nova ao mercado brasileiro, representando artistas visuais europeus no Brasil.

Projeto BruumRuum por David Torrents

Continue Reading