Trio de jovens empreendedoras, dedicado ao desenvolvimento do mercado criativo de Florianópolis, lança A_Galleria

Iniciativas como esta temos que replicar. Dá aquele frio na barriga, insegurança, sim, mas se não tentar nunca saberemos como será. Olha que vibe legal a destas jovens empreendedoras de Florianópolis que decidiram abrir o que elas chamam de A_Galleria. A inauguração do espaço – localizado na Rua Tiradentes, 153, Centro da Capital – será neste sábado, dia 22 de setembro.

O trio é formado pelas designers Aline Vieira, Elaine Silveira e Ana Terra Vignes. Em comum, o interesse por desenvolver o mercado criativo a partir de um novo olhar para o consumo de moda e arte na cidade. Autoras de marcas autorais, elas viram neste momento de incertezas em que o país vive, uma oportunidade para se reinventar. E eis que surgiu então o projeto de A_Galleria, um espaço único, no Centro Histórico de Florianópolis, dedicado às grifes Colchetes, Modista e AnaTerra Acessórios.

Atuando com peças que se complementam de forma espontânea, a loja vai apresentar a versatilidade necessária para uma nova forma de consumo, que prioriza a produção local em pequena escala, amparada no conceito do slow fashion, acessível para o público. Quanto ao Centro Histórico para abrigar o novo espaço,  a escolha dá continuidade ao projeto de reocupação da área urbana por jovens empreendedores dedicados ao desenvolvimento do mercado criativo de Florianópolis.

As marcas encontradas na A_Galleria

A Colchetes, criada em 2012, pela designer de moda Aline Vieira, traduz a diversidade e o desejo de cada mulher por vivenciar a liberdade dos corpos femininos em lingeries que unem conforto e arte, com modelagens para todos os perfis.

O pensamento vanguardista que valoriza a identidade própria de cada peça também é a base que sustenta a Modista, marca de roupas e acessórios criada pela estilista e designer Elaine Silveira, em 2015. Nas coleções ela mantém vivos os métodos tradicionais de fabricação, mesclando técnicas de artesanato, materiais e recursos locais na escolha dos tecidos, modelagem, corte e costura.

O caráter artístico das coleções presentes na A_Galleria se completa com os acessórios desenvolvidos pela designer de moda Ana Terra Vignes, que transforma resina em peças de forte expressão criativa e conceitual, desde 2012. Destaque para as coleções de acessórios em resina com base em xilogravuras e em telas que mesclam diferentes técnicas, como bordado e a pintura.


Exposição Pulsar 

E não para por aí. A_Galleria vai promover um diálogo constante da moda com a arte, isso por meio de exposições temporárias realizadas no espaço, com a intenção de enriquecer a experiência sensorial de quem frequentar a loja. Quem inaugura o espaço expositivo é a artista plástica Paula Schlindwein, com a expo Pulsar.  Aliás, Paula é amiga do trio e a garota propaganda do projeto (é a moça que aparece nas três fotos deste post, uma querida). O lançamento da A_Galleria será entre 11h e 16h, de sábado, dia 22 de setembro. O evento de abertura contará ainda com a presença do duo Outros Bárbaros e do DJ Jean Mafra.

Coisa maixxx linda. Bora lá circular, prestigiar!

SERVIÇO

O que: Inauguração A_Galleria e abertura da exposição “Pulsar” de Paula Schlindwein
Quando: 22 de setembro, das 11 às 16h horas
Onde: Rua Tiradentes, 153, Centro, Florianópolis

Crédito das fotos: Nina Rodrigues

 

 

Continue Reading

Palitos de picolé podem ser bem aproveitados em objetos decorativos

beliche

Basta começar a esquentar para dar aquela vontade de tomar um sorvete ou se deliciar com um picolé. Em dias de altas temperaturas guloseimas geladas são muito bem-vindas quando a intenção é se refrescar. Que seja um picolé de fruta por dia para matar a nossa vontade e não pesar na consciência. Agora, vá além de “tente, invente, faça algo diferente”. (rsrsrsrs). Fazer um pouco de arte não faz mal pra ninguém e ainda pode servir como terapia caseira. Que tal experimentar criações com os palitos de picolé? Gostei desta ideia de vasinho customizado. Simples, delicado e fácil de fazer. Um must para decorar cantinhos da casa.

Foto desta site aqui.

 

 

Continue Reading

Tapumes de obras viram arte. Que tal replicar por aqui, hein!?

Outros olhares, novas possibilidades para o velho, o acomodado. Cada vez mais falamos em transformar a cidade e criar ambientes para as pessoas viverem a rua, e compartilharem espaços públicos. Sendo assim, acredito que o projeto Arte na Cidade tem tudo a ver com essa proposta mais que necessária para os dias atuais.

Nada melhor do que envolver a comunidade na promoção da cidadania. E arte nesta horas costuma ser pecinha indispensável. Com iniciativa de uma construtora e incorporadora – a Kallas – pontos de grande circulação passam a ser valorizados de forma peculiar. O conceito inovador troca os antigos tapumes de construção por obras de arte elaboradas em material totalmente reaproveitado. Neste caso especificamente entra a reutilização de materiais comumente descartados em lixos e caçambas. A ideia, além de trazer beleza para a cidade, promove a geração de renda e oportunidades para a comunidade e artistas.

Desde que iniciou suas atividades, o Arte na Cidade, que conta com a parceria dos coletivos CafeNaRua, Estúdio Buriti, Conexão Cultural e Pimp My Carroça, já atende empreendimentos na região do Panamby e outro na rua João Moura. Mais do que levar arte para as ruas de São Paulo, o projeto se diferencia por reutilizar materiais coletados por catadores de lixo, destinando-os para a construção de muros lúdicos e coloridos. A participação da vizinhança, que doou objetos, e a intervenção artística dos grafiteiros Alex Romano e Felipe Risada são pontos positivos do projeto.

Para a gerente institucional da empresa, Tatiana Kallas, promover uma relação harmoniosa e saudável entre as pessoas e as cidades é uma busca incansável na concepção de cada empreendimento.

– Estamos sempre conectados com o novo, buscando soluções alternativas, nos preocupando com a qualidade de vida das pessoas e com a beleza das cidades. Esses princípios norteiam nosso trabalho e nos movem para continuarmos seguindo nossos objetivos – afirma.

ENTENDA MELHOR O PROJETO

Para a iniciativa ganhar forma, o artista Rodrigo Machado, do Estúdio Buriti, organizou e instalou uma série de materiais reutilizados que foram arrecadados com apoio do Pimp My Carroça (do artista Mundano). Materiais como portas e janelas retiradas de caçambas e demolições foram fornecidos por catadores da vizinhança para construir o tapume lúdico e colorido.

Em seguida, os grafiteiros Alex Romano e Felipe Risada fizeram intervenções no muro, incluindo frases com os 12 critérios para determinar o que é um bom espaço público (do livro New City Life, conceito trazido para o Brasil pelo projeto “Cidade para Pessoas”).

 

Continue Reading