Festival Subtropikal traz dias de criatividade urbana para Florianópolis

Subtropikal é uma plataforma que há dois anos provoca conexões entre iniciativas criativas na cidade de Curitiba, no estado vizinho. Agora, após o sucesso da terceira edição do festival no Paraná, que recebeu mais de 5 mil pessoas, é a vez de Florianópolis. O festival Subtropikal fará a sua estreia na Capital catarinense nos dias 2, 3 e 4 de novembro.

A abertura oficial está programada para o espaço da Lona Criativa, na sexta-feira, dia 2. Já no final de semana, as atividades serão realizadas nas dependências do Square Lab, espaço concebido pelo Centro Sapiens, anexo ao Museu da Escola Catarinense da Udesc (MESC), no Centro de Floripa.

Com acesso gratuito, o festival Subtropikal traz “dias de criatividade urbana” para Florianópolis. Na agenda do evento, uma ocupação inédita com instalações de arte, um bazar de marcas autorais com apoio do Nomad Mercado, feira gráfica Parque Gráfico – Pocket
Edition, comidinhas, área de lazer com oficinas para todas as idades e o Palco Sol, onde apresentam-se diversas atrações musicais.

Como o Subtropikal tem caráter provocativo em sua essência, bate-papos sobre temas diversos como a revitalização do Centro da Capital, arte urbana, inovação também fazem parte da programação que é de graça.

Oficinas e workshops:
Para quem deseja se aprofundar em habilidades criativas, o Subtropikal apresenta workshops de lettering em giz, upcycling, intervenção urbana, coolhunting, branding digital e uma mentoria para marcas de moda e design. Inscrições estão abertas neste link aqui: (esta programação tem valores a parte)

Uma deles é o Laboratório de Criadores, voltado para designers iniciantes, e que será ministrado por Ana Penso. Os participantes passarão por quatro workshops e várias consultorias, durante dois dias de evento. Será uma oportunidade inédita de testar novos conhecimentos, durante o treinamento, com consumidores reais. As marcas selecionadas vão receber treinamento para lançar, melhorar ou turbinar seu negócio. Assuntos abordados: TÉCNICA DE VENDAS, ORATÓRIA, VISUAL MERCHANDISING, MIX DE PRODUTOS, PRECIFICAÇÃO, PERFUME E VOZ DA MARCA, BRANDING E COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE ANALÓGICO E DIGITAL.
Além desses quatro workshops, a designer Ana Penso estará presente em diversos momentos, nos dois dias, para ajudar a praticar o conteúdo. A ideia é uma imersão no mundo do design de varejo, com informações valiosas para quem esta mergulhando de cabeça nesse oceano de incertezas.

Ana Penso é designer de produtos e moda, professora de design com métodos disruptivos, e maker. Mentora no programa acelerador de marcas da Aldeia, organizadora do evento Feira na Rosenbaum + ÔDA design club em Curitiba, consultora de pequenos negócios de design, designer autoral da marca Crânios Cabeludos e grande entusiasta da ebulição do design, como progresso cultural, em Curitiba.

Quem faz o Subtropikal Florianópolis?
A programação do festival é construída em um processo colaborativo que envolve cocriadores de movimentos criativos presentes dentro da capital catarinense: Allen Rosa (DJ e produtor cultural), Bruno Bez (artista visual), Camila Petersen (produtora cultural e fundadora da Parque Gráfico), Mariana Amorim Werner (universitária), Silvia da Luz (Social Good Brasil) e o professor Luiz Salomão Ribas Gomes (Centro Sapiens).

Nesta primeira edição o evento dá início à revitalização do espaço Square Lab, deixando um legado para a cidade de Florianópolis. A Sol é a cerveja oficial do Subtropikal, que tem o patrocínio da RedBull.
Mais informações: www.subtropikal.com

Continue Reading

Design autoral é o foco da 33ª Paralela em São Paulo

A 33ª edição da feira Paralela Design começa nesta segunda-feira (19). Design autoral é o foco da Paralela em São Paulo. O evento que segue até dia 21 de fevereiro reforça o compromisso de valorizar a produção de design autoral, tanto em peças de mobiliário ou decorativas quanto no artesanato contemporâneo. A curadoria é de Marisa Ota, Daniela Refinetti e Beatriz C. Mauro.

A feira, realizada no Pavilhão da Bienal em São Paulo, promove a geração de negócios e se posiciona como referência em pesquisa para especificadores e profissionais da área, tornando-se um elo importante entre criadores, marcas e compradores, sejam eles pequenos estúdios ou grandes indústrias.

“Esta edição amplia o DNA do design autoral para a indústria, mantendo o vínculo afetivo com o expositor e mercado, em um evento bem distribuído e altamente direcionado”, define Marisa.

Entre os expositores desta edição, estão confirmados nomes como Elisa Atheniense, Filipe Ramos, Claudia Trancon, Cristais C’Adoro, EOS LAB, entre outros. A entrada é gratuita e exclusiva para lojistas e profissionais do setor. O credenciamento pode ser feito aqui.

PARALELA DESIGN
Data: 19 a 21 de fevereiro de 2018
Horário: das 10 às 20h
Local: Pavilhão da Bienal
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral – Parque do Ibirapuera – Portão 3 – São Paulo – SP
Site: www.paraleladesign.com.br

Designer Luciana Brant – Paralela Design
Fabiana Queiroga – Paralela Design
Juliana Gevaer – Paralela Design
Linha Bloom, Paralela Design, Foto: Renata D’Almeida
Luminária Clips – Estúdio Curioni, Paralela Design
Luminária Roxinha – Foto Carlos Del Bianco – Designer Chico&Hill – Paralela Design
Nara Ota – Paralela Design
Nicole Tomazi – Paralela Design
Qvizuland – Paralela Design
Vaso Cubinho – Foto Carlos Del Bianco – Designer Chico&Hill – Paralela Design

 

Continue Reading

Vinho e poesia. O que mais posso querer? Boa ideia do Delfino para uma segunda-feira

Tem vinho e poesia, então fica difícil resistir ao convite. A bebida de Baco é inspiradora, e como disse o poeta e escritor escocês Robert Louis Stevenson “wine is bottled poetry“. Ou seja, “vinho é poesia engarrafada“. Eu assino embaixo. Quem me conhece sabe que vinho é a minha bebida preferida, seja inverno ou verão. É a bebida que embala conversas olho no olho, que deixa a face levemente ruborizada, que desperta as melhores gargalhadas. Ahhhh o vinho, poderia ficar aqui horas filosofando. Mas vou direto ao assunto. rsrsrsrs

O Delfino 146 convida para uma noite de se embriagar, de se emocionar. Espia o convite aí embaixo e agiliza porque o espaço é limitado. O valor é de R$ 20 e o convidado recebe uma taça de vinho para entrar no clima de inspiração. Ficou com vontade? Então reserve o seu lugar pelo fone 9972-2896 com Abreu Jr.

vinho e poesia

SEGUNDA, DIA 18 DE JULHO

Tema: Vinho e Poesia – Um vinho entre versos e prosa
Horário: 19h
Local: Delfino 146 – Rua Luis Delfino, 146, Centro, Florianópolis.

Argumento: 

A poesia, assim como o vinho, só pode ser sentida, só pode emocionar, só pode “embriagar” a quem se propõe a apreciá-la. Vinho e poesia habitam o mundo da subjetividade e talvez seja verdade que não se pode impor a ninguém um paladar apurado, ou o refinamento das emoções, seja para apreciar um bom vinho ou uma boa poesia.

Na história da humanidade, encontramos inúmeros exemplos nos quais o vinho e a poesia se harmonizam. Cultuado pelos amantes da palavra, principalmente pelos poetas, homens de almas livres, o vinho foi inúmeras vezes imortalizado na arte literária. Paul Claudel, poeta francês, nos diz que “o vinho liberta o espírito e ilumina a inteligência”. Nada mais do que nos possibilita a leitura de um belo poema.

Pensando nisso, e considerando que vinho e poesia se harmonizam perfeitamente, é que nos propomos a vir aqui nos deixar embriagar de corpo e alma. Ou melhor, de vinho e poesia.

Roteiro:
  1. É o vinho que primeiro inspirou os poetas, ou a poesia que os  conduziu à necessidade da embriaguez, como mote para fugir de uma realidade desprovida de emoção, de amor e de delicadezas.
  2. Vinho, poesia e a história da humanidade.
  3. Grandes poetas rendem homenagem ao vinho, o “néctar dos deuses”.
  4. Para se embriagar de poesia e vinho, basta se entregar.
  5. Vinho e poesia, ontem, hoje e sempre.

    vinho e poesiaFoto Instragram Delfino 146

    vinho e poesia

 

Fotos Divulgação

Continue Reading