Estreito ganha nova opção para quem curte decoração e design

Mariana Martins Brunharo, 34 anos, formada em Administração, e Francine Fernanda Losso, 30 anos, graduanda em Arquitetura e Urbanismo. Estas jovens empreendedoras estão à frente da LB Decor, que recentemente abriu as portas em Florianópolis, mais especificamente no bairro Estreito, lado continental da Capital. A escolha foi estratégica.

Fui na inauguração e tive a oportunidade de conhecer in loco o espaço. Confira a entrevista feita com a dupla.

Francine Losso e Mariana Brunharo, amigas e sócias da LB Decor

Como surgiu a ideia da LB Decor?
Eu, Mariana, sou de Florianópolis e a Francine é do Rio de Janeiro – mora aqui na cidade há oito anos. Somos melhores amigas e nos conhecemos por conta de amigos em comum. A ideia da loja surgiu quando, três anos atrás, nós duas estávamos mobiliando nossas casas e procurávamos móveis autênticos, de qualidade e com valor acessível e não encontrávamos muitas opções.

O mercado da decoração na Capital é bastante competitivo. O que as fez investir neste segmento?
Quando identificamos a falta de opções de móveis com design diferenciado a um preço justo, detectamos uma lacuna no mercado e uma oportunidade de iniciar um novo negócio no segmento para atender à demanda.

Por que a escolha pelo ponto no Estreito?
Eu, Mariana, sempre morei no Estreito e vi como o bairro cresceu de uns anos para cá. A Francine conhecia o bairro por minha causa e também por conta da faculdade dela, que ficava em Barreiros, São José. Quando pensamos em abrir a loja, optamos pelo Estreito pela percepção do crescimento socioeconômico e pela quantidade de novas construções. A localização da loja, que tem 300 m², também foi estratégica: queríamos nos diferenciar de outras lojas do mesmo setor que estão localizadas logo no início do bairro.   

Como pretendem se diferenciar neste mercado?
Nos preocupamos muito com a curadoria dos produtos. Buscamos peças de design, modernas e diferenciadas e que tenham um valor justo. Queremos proporcionar para o cliente mais do que a compra de um móvel ou item de decoração, mas uma experiência única através do atendimento personalizado, aproximando ele do universo da arquitetura, design e decoração.

Qual o público-alvo de vocês?
Pessoas que procuram produtos diferenciados e que querem compor um ambiente com referências atuais sem deixar o conforto de lado. Nosso interesse é que nosso empreendimento seja uma forte opção para pessoas que gostam e acompanham tendências no setor e que pensam em decorar suas casas com alguma peça assinada por um grande profissional mas que, muitas vezes, pensam que esse desejo pode ser difícil realizar por causa de valores no mercado. Então, queremos mostrar que sim, que é possível construir um ambiente em casa com personalidade, móveis e objetos super atuais e sem pagar muito por isso. 

A LB Decor fica na Av. Marinheiro Max Schramm, 2499, Estreito, Florianópolis

Então além do mix de produtos, do design, estética, funcionalidade dos móveis, vocês têm uma preocupação bem evidente com o custo-benefício.
Sim! Nos preocupamos muito com a questão custo-benefício. Nossa maior busca é encontrar peças que entreguem autenticidade, qualidade e que sejam possíveis para os nossos clientes. 

Como pretendem atuar neste primeiro momento para que as pessoas conheçam a marca e também para criar um relacionamento com especificadores (arquitetos, decoradores….)?
Queremos que o nosso espaço seja além de uma loja, um ambiente de convivência entre empreendedores, artistas e profissionais da área. Para isso, estamos planejando workshops e rodas de conversas com arquitetos e decoradores e futuramente também queremos abrir as portas da LB Decor para artistas locais exporem os seus trabalhos.

Crédito imagens: Wallace Moraes Pereira

Continue Reading

Quando a maturidade direciona a decoração

Ambientes da CASACOR SC 2019 em Florianópolis celebram mulheres com mais de 40 anos, empoderadas e dispostas a se acolherem como são

Mulheres maduras são a inspiração para alguns dos ambientes apresentados na CASACOR SC 2019 em Florianópolis: o quarto Entre Fases (foto de abre deste post) e o Living da Arquiteta são exemplos. Mesmo com propostas completamente diferentes – o primeiro é minimalista e o segundo é rico em detalhes – os projetos celebram o autoconhecimento e tudo que vem com ele, uma forte característica das mulheres que já passaram dos 40 anos.

“A tendência é que a mulher, nessa idade, consiga olhar um pouco mais para ela mesma e assuma o papel central da própria vida. Isso confere um empoderamento, é uma quebra de paradigma”, explica a psicóloga clínica Joana Di Migueli, de Florianópolis.

Living da Arquiteta

Foi o que aconteceu com a arquiteta Graziele de Souza que, prestes a completar 40 anos, decidiu que voltaria à mostra (depois de quatro anos sem expor), mas que dessa vez não levaria tendências de mercado e modismos. Ao reconhecer que gosta mesmo é do requinte no estilo clássico, a profissional criou um living cuja inspiração foi ela própria. A ideia foi se assumir exatamente como é e apostar nisso para atrair novos clientes. 

No Living da Arquiteta, arandelas e boiseries em marcenaria compõem com móveis atemporais e pedras duráveis em um ambiente onde predominam simetria e sofisticação.

“Eu gosto do clássico, do sofisticado, do que perdura, da atenção aos detalhes. Quem me conhece sabe que são marcas do meu trabalho e isso não tem a ver com moda, tem a ver comigo”, salienta Grazi.

Living da Arquiteta, projeto de Graziele de Souza
Arquiteta Grazi de Souza

Quarto Entre Fases

O acolhimento da natureza cíclica, o olhar carinhoso para as próprias cicatrizes e o foco somente no essencial foram as inspirações para o quarto Entre Fases, das designers Andreia Bocchi e Jeane Silva e do arquiteto Michael Zanghelini.

“A cama tem um papel central no quarto, assim como ela tem na própria vida. Pensamos o ambiente para uma mulher que mora sozinha e que é bem resolvida com isso”, explicam os profissionais.

As designers Andreia Bocchi e Jeane Silva e o arquiteto Michael Zanghelini
estão à frente do projeto do Quarto Entre Fases

Há alguns anos a chamada “síndrome do ninho vazio” levava muitas mulheres aos consultórios de psicologia depois que os filhos saíam de casa ou se ficassem sem os companheiros. Mas essa não tem sido mais uma questão pertinente, como explica Joana: “o ninho vazio não é mais algo triste para as mulheres, que agora se veem para além dos cuidados com os outros”.

Fotos: Lio Simas
Texto: Comunicação dos profissionais Grazi de Souza, Andreia Bocchi, Jeane Silva e Michael Zanghelini

Agende-se

O QUÊ: CASACOR Santa Catarina/Florianópolis 2019
QUANDO: 15 de setembro a 27 de outubro – Terça a Sexta, das 15h às 21h
Sábados e feriados, das 13h às 21h – Domingo, das 13h às 19h. O evento não abre às segundas-feiras.
ONDE: Empreendimento Cidade Milano (Av. Mauro Ramos, 1512, Centro, Florianópolis). Estacionamento no local.
INGRESSOS: R$ 50 / R$ 25 (meia, necessário comprovante)
https://casacor.abril.com.br/mostras/santa-catarina/

Continue Reading

“Estar nas nuvens”: Gabriel Bordin convida ao descanso com o ambiente Cloud Nine na CASACOR SC

Na edição 2019 da CASACOR SC em Florianópolis, Gabriel Bordin fortalece ainda mais a assinatura como um arquiteto conectado com o morar contemporâneo e os desejos de sua geração.

Com Cloud Nine, o quarto que também se transforma em estar, ele externa a versão pessoal – e de sua jovem equipe – do que reconhece como o espaço de descanso e aconchego. O nome nasceu da expressão “to be on cloud nine”, traduzida livremente como “estar nas nuvens”.

Esse sentimento aparece essencialmente a partir da cama Nuvem, criação autoral de Gabriel em parceria com a grife de colchões Reveev, patrocinadora do ambiente. Fugindo dos padrões nacionais, a peça foi desenvolvida propositalmente mais baixa, como um convite acessível ao relaxamento, além de criar um volume menos massivo na composição.

A parceria ainda rendeu o inusitado e grande painel retroiluminado feito de molas ensacadas – “a alma do colchão” – cuja superfície translúcida e orgânica enfatiza a sensação de estar flutuando no céu. De estar entre as nuvens. Como expressão imagética de suas ideias, o profissional optou por cores claras, que não fogem dos tons de nude e das escalas de cinza.

Dominante, o branco cru assume o papel de protagonista da paleta, enquanto estratégicos pontos pretos se destacam. Assim como o pórtico amadeirado que emoldura a janela e cria um pequeno living diante do dormitório, ofertando a luz necessária à beleza da jabuticabeira escolhida para trazer natureza ao concreto.

Para o piso, o porcelanato amadeirado. No mobiliário, peças assinadas como a poltrona Jangada, de Jean Gillon; a cadeira Julieta, de Gustavo Bittencourt; a mesa Caê, de Fernando Mendes; e, em mais uma criação autoral de Gabriel, um biombo em vidro jateado e serralheria branca também faz as vezes de cabeceira.

Entre as obras artísticas, produções de Sérgio Lucena, Ricardo Homem, Henrique Savas e Sabrina Bordin Sirino. Detalhe dos detalhes, um poema de Yoko Ono pode ser encontrado em algum lugar do ambiente, onde também repousa, sobre a mesa ao lado da cama o relógio do avô do arquiteto, presente em todas as participações na mostra.

Já o armário branco, feito para criar o efeito de “estar voando”, ganha o contraponto com o grande bloco de mármore carrara que em sua composição traz as cores do ambiente como num espelho das nuvens.

Gabriel Bordin desenhou a cama Nuvem, mais baixa propositalmente, um convite ao relaxamento

Diante do conceito Planeta Casa, proposto como guia da CASACOR neste ano a partir da tríade sustentabilidade, tecnologia e afeto, Bordin se apropria naturalmente do tema. “O espaço foi pensado para gerar o mínimo de desperdício possível através das pontuais intervenções construtivas, uma vez que todas as benfeitorias deverão ser retiradas ao final da mostra. O mobiliário foi todo projetado e executado em uma modulação que facilita a adaptação em outros projetos posteriormente, reduzindo as sobras pós-evento”, conta.

O painel de molas ensacadas se tornou uma solução prática ao dispensar a produção de uma parede que não vai durar mais dos que os 45 dias de exibição da mostra. E cerca de 75% destas molas poderão ser reaproveitadas. O arquiteto ainda optou por deixar o teto em sua forma original.

Fotos Fabio Jr. Severo
Texto: Comunicação Gabriel Bordin

Agende-se

O QUÊ: CASACOR Santa Catarina/Florianópolis 2019
QUANDO: 15 de setembro a 27 de outubro – Terça a Sexta, das 15h às 21h
Sábados e feriados, das 13h às 21h – Domingo, das 13h às 19h. O evento não abre às segundas-feiras.
ONDE: Empreendimento Cidade Milano (Av. Mauro Ramos, 1512, Centro, Florianópolis). Estacionamento no local.
INGRESSOS: R$ 50 / R$ 25 (meia, necessário comprovante)
https://casacor.abril.com.br/mostras/santa-catarina/

Continue Reading