Artista Diogo Vaz Franco apresenta performance acrobática no solo Prometeu

Espetáculo gratuito que tem inspiração na história da mitologia grega estreia no dia 15 de junho, às 19h30, no Jurerê Sports Center, em Florianópolis

Prometeu, o titã grego que capturou o fogo dos deuses e entregou-o aos homens, sempre povoou os pensamentos do artista Diogo Vaz Franco. A potência poética do personagem abria muitas possibilidades de entendimento e criação, especialmente, no trabalho de acrobacias circenses, linguagem de movimento que ele pesquisa há mais de uma década.

Agora, com a conquista do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, no primeiro semestre deste ano, Diogo passou a encarar o mito de frente e transportar a história para o corpo. O resultado deste processo ele apresenta no dia 15 de junho, às 19h30, no solo Prometeu, no Jurerê Sports Center (JUSC). A entrada é gratuita.

“O mito de Prometeu fala sobre o amor do criador sobre a criatura. Prometeu é um titã, com acesso a todos os privilégios das divindades, mas que tem o desejo de subverter essa relação desigual/desleal, sem se importar com as conseqüências. Ele abala o poder instituído através de brechas que encontra (ou cria). Seu ato maior foi ter roubado (ou devolvido) o fogo à humanidade. Prometeu sofre as consequências de seus atos, em nome do bem maior, como um mártir, um herói.”   Diogo Vaz Franco

“Dentro das artes circenses, não é comum ver espetáculos solo acrobáticos. A proposta deste projeto é trazer para o âmbito das acrobacias (aéreas e solo) o movimento já existente na palhaçaria: a atuação circense em espetáculos solo. A personalidade de Prometeu será revelada dessa forma. O personagem que sempre usa de artimanhas e estratagemas para ludibriar os deuses em prol da humanidade, me inspira no trabalho com acrobacias de solo, enquanto seu destino cruel em ser acorrentado a uma montanha por ter roubado o fogo dos deuses, remete diretamente às acrobacias aéreas. Assim como na Grécia Antiga, onde os mitos existiam como forma de entender a vida, acredito que a história serve como metáfora para pensarmos nossa realidade. Em nossa contemporaneidade, na situação política, social e ética que vivemos, podemos lançar mão desta figura histórica para pensar o mundo, e pensar em nós mesmos diante deste mundo”, contextualiza o artista performático.

O processo criativo

Livros, textos acerca do tema, poemas, discussões e interpretações. Foi vasto o material organizado na primeira fase do projeto e, logo após, diluído em elementos-chave que mapearam os personagens e os atos contidos no conto. “Estudamos as possíveis linguagens de movimentação. Trabalhamos dinâmicas, como por exemplo, a cena que Diogo atravessa alguns percursos pisando nos livros, remetendo ao roubo do fogo e o ato de levar o poder-conhecimento à humanidade. Selecionamos técnicas de elementos acrobáticos, criamos sequências, injetando toda a parte contextual e interpretativa do mito”, explica a diretora do espetáculo Nickolle Abreu.

Dos elementos presentes em cena, o fogo representa o poder do conhecimento e também a dualidade. Segundo o filósofo e músico Paulinho Brandão, que contribuiu com dramaturgia no processo criativo do espetáculo, a história questiona até que ponto o excesso de conhecimento não é o motor da desmedida ação do homem. E ainda lança a pergunta: “Como frear essa arrogância irracional que nos conduz? Essas reflexões, que a meu ver são questões atualíssimas, se pensarmos no desenvolvimento técnico que nos põe em xeque diante da natureza, são na verdades suscitadas no próprio mito de Prometeu”, argumenta.

SERVIÇO:

O que: Estreia do Solo Prometeu
Quando: 15 de junho
Horário: às 19h30
Onde: Jurerê Sports Center (JUSC), em Jurerê Internacional
Endereço: Av. dos Dourados, 481 – Jurerê, Florianópolis
Entrada: Gratuita
Vagas: 150 lugares

Ficha Técnica

Direção: Nickolle Abreu
Acrobata: Diogo Vaz Franco
Trilha Sonora: Hedra Rockenbach
Técnico: Jean Machado
Assessoria Dramatúrgica: Paulinho Brandão
Apoio: Circocan e Jurerê Sports Center

*** Texto com informações da assessoria de imprensa.

Fotos: Cris Prim

Continue Reading

Pesquisadora Ana Kreutzer fala sobre as cores de 2019 para o décor e a influência delas na vida das pessoas

Quando o assunto é cor, não existe certo ou errado. Tudo é permitido. A cor traz sensações e o seu uso é carregado de significados, principalmente na ambientação dos espaços.

Para Ana Kreutzer, pesquisadora, consultora e educadora de cores no Estúdio Prisma, as tendências estão aí, mas as pessoas não devem usar uma cor apenas porque ela está na moda.

“Copiar e colar uma tendência apenas pelo visual estético perde todo o sentido. Fazemos um estudo, uma análise do que está acontecendo e existem razões no por quê as pessoas estão preferindo algumas composições cromáticas, algumas tonalidades em relação a outras. As escolhas vão muito além da aparência estética das cores. Elas transmitem de forma subjetiva mensagens e conectam as pessoas com os sentimentos”, destaca a especialista, que estará em Florianópolis no dia 13 de junho, em uma conversa promovida pela Associação Brasileira de Designers de Interiores – Regional Santa Catarina (ABD SC), em parceria com a Suvinil.

Ana Kreutzer é pesquisadora, consultora e educadora de cores no
Estúdio Prisma

Ana, que também leciona cultura, teoria e prática da cor na Escola Britânica de Artes Criativas, falará sobre  “As cores de 2019”, a partir de pesquisa realizada pela marca de tintas decorativas parceira, e como elas podem influenciar na vida das pessoas. Aliás, Quentão – um amarelo terroso – é a aposta de cor da Suvinil. Além da cor do ano, são mais 32 tonalidades para compor a cartela de combinações. A ideia é estimular as pessoas a escolherem o que melhor representa sua personalidade. Por isso, desde o ano passado, a marca trabalha a cor do ano como algo mais democrático.

O evento, às 10h, na Sierra AB Home Florianópolis, é aberto ao público, com conteúdo direcionado a profissionais designers de interiores, arquitetos, decoradores, além de estudantes e professores da área. O bate papo é gratuito mediante inscrições pelo link http://www.abd.org.br/palestra-sc-as-cores-de-2019.

“O objetivo destes encontros é a valorização intelectual e a atualização do profissional, resultando em uma melhoria constante do mercado de interiores”, pontua Michele Pires, diretora da ABD SC,  entidade atuante há três anos em Santa Catarina e atualmente com 160 associados.

SERVIÇO
Palestra As cores de 2019 com Ana Kreutzer
Quando: Dia 13 de junho
Horário: 10h
Onde: Sierra AB Home Florianópolis – Rod. José Carlos Daux, 2.600
Promoção: ABD SC
Inscrições gratuitas: http://www.abd.org.br/palestra-sc-as-cores-de-2019

Continue Reading

Tufi Mousse estreia na CASACOR São Paulo com uma homenagem ao movimento Bauhaus

Uma imersão na herança Bauhaus. Assim é o espaço de 45m² criado pelo arquiteto catarinense Tufi Mousse, de Joinville, que este ano estreia na CASACOR São Paulo. O lounge Bauhaus 100 anos foi projetado com o intuito de proporcionar ao visitante um breve resgate do imenso legado produzido pela Escola Bauhaus, precursora do modernismo, e que em 2019 completou o seu centenário de história.

O espaço propõe uma leitura contemporânea dos preceitos modernistas propostos pela vanguardista escola alemã. A simplicidade demonstrada na escolha dos materiais, das cores e das linhas puras – retas e curvas plenas, marcam o ambiente e materializam a célebre frase do professor e coordenador da Bauhaus, Mies Van Der Rohe: “Menos é Mais”.

“O design e a arquitetura mundiais atuais são fortemente influenciados pelos ensinamentos disruptivos da centenária Escola Alemã Bauhaus”, explica Tufi.

Leia também sobre o projeto do Studio CasaDesign, de Balneário Camboriú, que assina a Casa OAK 02 na CASACOR São Paulo.

Prova disso é o grande painel feito em cerâmica pintada e queimada a 750°C para vitrificar a pintura, desenvolvido pelo artista plástico Fabricio Silva. Ele partiu de uma obra do americano Eric Fischl, intitulada ‘Daddy´s Gone Girl’, como referência visual. Assim, Fabrício realizou uma releitura desta obra para o ambiente, desenvolvendo um trabalho novo e único em seu estilo próprio.

CASACOR São Paulo 2019
Data: 28 de maio a 4 de agosto de 2019
Horários: Terça a sábado e feriados, das 12h às 21h. Domingo, das 12h às 20h
Local: Jockey Club de São Paulo – Av. Lineu de Paula Machado, 1075 – São Paulo

Fotos Romulo Fialdini

*** Texto produzido com informações da assessoria de imprensa do arquiteto Tufi Mousse

Continue Reading